08 Jan
Vejamos outro texto:
2 Coríntios 3:14 “mas o entendimento lhes ficou endurecido. Pois até o dia de hoje, à leitura do Tanach, permanece o mesmo véu, não lhes sendo revelado que no Mashiach é ele abolido;”
O que é ensinado com base neste texto? Que o Tanach e tudo o que nele continha foi abolido?. Precisamos ter sempre em mente aquilo que afirmamos no início deste capítulo, de que a Bíblia não é contraditória, se eu creio que este texto afirma que a lei foi abolida no Mashiach, eu estou afirmando que não há harmonia ou concordância entre Shaul(Paulo) e o Senhor Yeshua, pois Yeshua afirmou que não veio abolir a Torah, mas completar. A Bíblia tem a sua própria hermenêutica, não precisamos trazer a nossa própria interpretação, precisamos ler a Bíblia como um livro harmonioso e não contraditório, é claro que Shaul não está contradizendo a Yeshua.
Shaul fala claramente que ele se refere ao véu que Moisés colocava sobre o rosto, vamos ver o texto de Êxodos que relata este fato:
Êxodo 34:29 a 30 “Quando Moisés desceu do monte Sinai, trazendo nas mãos as duas tábuas do testemunho, sim, quando desceu do monte, Moisés não sabia que a pele do seu rosto resplandecia, por haver YHWH falado com ele. Quando, pois, Arão e todos os filhos de Israel olharam para Moisés, eis que a pele do seu rosto resplandecia, pelo que tiveram medo de aproximar-se dele.”
Êxodo 34:33 a 35 “Assim que Moisés acabou de falar com eles, pôs um véu sobre o rosto. Mas, entrando Moisés perante o Senhor, para falar com ele, tirava o véu até sair; e saindo, dizia aos filhos de Israel o que lhe era ordenado. Assim, pois, viam os filhos de Israel o rosto de Moisés, e que a pele do seu rosto resplandecia; e tornava Moisés a pôr o véu sobre o seu rosto, até entrar para falar com Elohim.”
O véu era posto para que o povo não visse a Kevod (glória) de Elohim resplandecente no rosto de Moises é este véu que Shaul fala que continua posto no coração do Judeu (não crente) e que o impede de ver a Kevod(glória) maior que está na pessoa de Yeshua e quando porém eles reconhecem a Yeshua como o Messias o que lhes é retirado é este véu, que representa a cegueira espiritual não a 1ª Aliança.
Vamos ler o versículo anterior:
2Co 3:13 “E não somos como Moisés, que trazia um véu sobre o rosto, para que os filhos de Israel não atentassem na terminação do que desvanecia;”
A Bíblia amplificada nos dá um perfeito entendimento do significado deste versículo:
2 Cor 3:13 Nor [do we act] like Moses, who put a veil over his face so that the Israelites might not gaze upon the finish of the vanishing [splendor which had been upon it].
Tradução: “Nem [nós agimos] como Moises, que colocava um véu sobre seu rosto para que os israelitas não olhassem diretamente para a terminação do que desvanecia [esplendor que tinha sido sobre ele.]”.
A definição da palavra desvanecer no dicionário é desaparecer pouco a pouco e esta tradução nos mostra com clareza que era o brilho da glória de Elohim sobre o rosto de Moises que iria desvanecer, ou seja, não iria durar para sempre, mas o brilho da glória que vem sobre nós que cremos no Senhor Yeshua jamais se desvaneceria, muito pelo contrário aumentaria, veja o versículo 18 “Mas todos nós, com rosto descoberto, refletindo como um espelho a glória do Senhor, somos transformados de glória em glória na mesma imagem, como pelo Espírito do Senhor.”
A versão amplificada diz que somos constantemente transfigurados em sua imagem e com o esplendor sempre aumentando de um grau de glória para outro grau de glória.
Não é possível ler a Bíblia com dúvidas em relação à supostas contradições contidas na mesma, pois se sabemos que toda a Bíblia foi inspirada pelo mesmo espírito, não pode haver contradição o que há são interpretações erradas que provocam essas contradições. Muitas vezes para entender ou desfazer o engano precisamos ter um trabalho de pesquisa que pode durar horas ou dias em apenas um versículo; este versículo para ser esclarecido totalmente, precisou ser lido o capítulo inteiro, ler o texto do Tanach que fala do véu que Moises colocou sobre seu rosto, buscar outras versões como a amplificada, dicionários e outras fontes até chegar ao entendimento, mais uma vez devemos manter em mente que Yeshua disse que não veio abolir a lei, mas sim completá-la, portanto Shaul não aboliu a lei por mais que o texto nos leve a entender isto, precisamos ir mais a fundo na leitura, nas pesquisas e nos estudos, para saber o significado do texto.
As pessoas apontam Shaul como o apóstolo que aboliu a lei a partir de Yeshua, dizem isto mesmo sabendo que o Senhor Yeshua disse que a lei não foi abolida, mas não se diz isto de Shaul somente nos nossos dias, nos dias de Shaul também faziam as mesmas declarações a cerca dele, porém Paulo estava presente e podia desmentir tal boato, leia o texto:
Atos 21:20 e 21 “Ouvindo eles isto, glorificaram a Elohim, e disseram-lhe: Bem vês, irmãos, quantos milhares há entre os Judeus que têm crido, e todos são zelosos da lei e têm sido informados a teu respeito que ensinas todos os Judeus que estão entre os gentios a se apartarem de Moisés, dizendo que não circuncidem seus filhos, nem andem segundo os costumes da lei.”
Naquela época ele já era acusado de afastar as pessoas do costume da lei veja a conclusão no versículo 24:
Atos 21:24 “toma estes contigo, e santifica-te com eles, e faze por eles as despesas para que rapem a cabeça; e saberão todos que é falso aquilo de que têm sido informados a teu respeito, mas que também tu mesmo andas corretamente, guardando a lei.”
Outro texto muito utilizado para justificar que a lei perdeu o valor e não deve ser observada está em Mateus 11:13 "Os profetas e a lei profetizaram até João". Primeiramente devemos responder à seguinte pergunta: profetizaram o que? Profetizaram a cerca da vinda do Messias e João Batista foi o último profeta a profetizar a cerca do Messias e a razão é óbvia: ele mesmo batizou o Messias e O apresentou como o cordeiro de Elohim que tira o pecado do mundo, portanto o Messias já havia vindo não havendo mais a necessidade de profetizar a cerca da sua vinda o trabalho agora era anunciar as boas novas da salvação e aguardar a sua volta.
Utilizar este texto para afirmar que a lei e os profetas deixaram seu valor é tendencioso e sem sentido e para piorar a situação a versão Ferreira de Almeida diz assim em Lucas 16:16 “A lei e os profetas vigoraram até João;” a palavra vigor significa: força, valor ou eficácia, mas aqui ela está sendo utilizada no passado querendo dizer que a lei e os profetas perderam o valor ou a eficácia a partir de João, mas a prova de uma interpretação tendenciosa está no fato de esta palavra, vigoraram, não existe no original hebraico, nem mesmo nas cópias em grego nem no latim (vulgata) ela foi incluída pelo tradutor, veja como está a versão em grego e no latim: Grego: o nomoV kai oi profhtai ewV Iwannou (Ró nómos kai ori profetai eôs Iôannú). Latim: “lex et prophetae usque ad Iohannem” Simplesmente não existe a palavra “vigoraram”, no original a tradução literal deveria ser: “A Lei e os Profetas até João”. O tradutor inseriu sua interpretação e isso leva as pessoas chegarem a uma conclusão errada de que a lei perdeu sua validade.
A Bíblia continua sendo um livro harmonioso e sem contradições, os escritores da Bíblia são vários, porém o autor que é também o inspirador é um só, o Espírito de Elohim, e quando nos dedicamos ao estudo da palavra e não somente a leitura, vemos que as contradições foram criadas por interpretações erradas do texto. Muitas vezes o texto isolado pode nos levar a entender algo que na verdade não é o que o escritor quis dizer, pois as vezes a sua interpretação ou entendimento depende de um conhecimento de história, do Tanach ou mesmo do contexto da época em que fora escrito.
Última modificação em Qui, 30 de Junho de 2011 05:28
Robespierre Cardoso da Cunha

Robespierre Cardoso da Cunha

Shalom.

Grande paz, bondade, bênção, graça, gentileza e compaixão sobre nós. Abençoa-nos, nosso Pai, todos nós como um só, com a luz do Teu rosto, pois com a luz do teu rosto nos deste, Adonai, nosso Elohim, a Torá da vida e amor de bondade, justiça, bênção, compaixão, vida e paz. E isto pode ser bom diante de Teus olhos para abençoar Teu povo a cada momento e a cada hora com a Tua paz. Bendito és Tu, Elohim, que abençoa todo o teu povo com paz.

Website: centrodeestudosprofeticos.com.br/

Últimas de Robespierre Cardoso da Cunha

voltar ao topo